terça-feira, 26 de agosto de 2008

Sessão Pipoca. 22/08. Volver


Existem filmes em que basta apenas uma boa referência para carregar multidões às salas de cinema. “Um filme de Steven Spielberg”, “Produzido por Jerry Bruckheimer”, ou “Estrelado por Jack Nicholson” ou qualquer coisa com os lábios e pernas de Angelina Jolie são destaques do mês. Elevado à categoria de grandes astros, Pedro Almodóvar é hoje um desses grandes diretores: basta assinar a cinematografia para ter um bom tanto de ingressos garantidos. ou até o lugar na poltrona do Museu de Venâncio Aires!
Mais do que isso, Volver, é bom por si só.
A história de Volver é ótima, envolvente e forte.
Sempre com uma surpresa a cada cena, e um passo-a-passo de “como matar um homem em 20 lições” (crianças, não façam isso em casa.).

Depois de suas metalinguagens e quebras de tabu com Má Educação e Fale com Ela, Pedro volta com a narrativa tradicional, em um filme com começo, meio e fim, com significados e interpretações. A cada tomada que Almodóvar faz da volúpia decotada de Penélope Cruz, tem um motivo. É um filme de interiorização. Seja enquadrando suas musas com o olhar de um pervertido ou tratando-as como uma avó com um prato de sopa na mão. Ele, entende as mulheres cada dia melhor.

Próxima sexta-feira, às 18h e 45min terá novamente Sessão Pipoca. Não perca mais tempo!

2 comentários:

Potira disse...

Helena


que ótimo que ficou tua resenha...

tô até com vergonha de escrever uma outra pra colocar ao lado desta...

Tu escreve como quem sonha...

Helena Jungblut disse...

heheheh tu que é uma fofa, Pô!